O guitarrista britãnico Eric Clapton assumiu numa entrevista na estação BBC Radio 2 que está a ficar surdo, por sofrer de "tinnitus", uma doença que se carateriza pela audição de zumbidos e barulhos que não vêm do exterior.

A doença, que afeta muitos músicos, está normalmente relacionada com a perda auditiva devido à idade, danos nos ouvidos ou até problemas circulatórios.

Ainda trabalho, faço alguns concertos e o que me preocupa é estar nos meus 70 e ser competente", afirmou o músico na entrevista, destinada a promover o seu documentário "Eric Clapton: Life in 12 Bars", que irá estrear a 10 de fevereiro.

Eric Clapton sofre também de neuropatia periférica, que lhe enfraquece e causa dor nas mãos e nos pés, com consequentes dificuldades para continuar a tocar guitarra. Agora, acresce a questão auditiva.

Quer dizer, estou a ficar surdo. Tenho o zumbido, mas as minhas mãos ainda tocam. Epsero que pessoas me queiram ver por mim e não apenas por curiosidade", afirmou Clapton.

Clapton já tinha anunciado que se iria retirar aos 70 anos, algo que acabou por não fazer. Admitiu então não fazer mais longas digressões. Ainda assim, em 2018, tem concertos agendados para as cidades norte-americanas de Los Angeles e Nova Iorque, no mês de março.