A morte do ex-vocalista dos Stone Temple Pilots e dos Velvet Revolver, Scott Weiland, foi causada por uma mistura de várias drogas, incluindo cocaína, álcool e ecstasy, avançou, esta sexta-feira a agência Reuters, que cita o Instituto de Medicina Legal do Condado de Hennepin, Estado do Minnesota, EUA.

Os médicos que apuraram a causa da morte acreditam que se tratou de um acidente.

Scott Weilland morreu a 3 de dezembro, durante o sono, na carrinha de digressão da sua banda, Scott Weiland & The Wildabouts, em Bloomington, Minnesota, onde ia dar um concerto essa noite.

Weiland lutava há vários anos contra o abuso de drogas e álcool, e no dia da morte, a polícia já tinha avançado que tinha encontrado uma pequena quantidade de cocaína na carrinha da banda.