A promotora Everything is New alertou esta quarta-feira os fãs de One Direction de que não vai ser permitido pernoitar no perímetro em torno do Estádio do Dragão, no Porto, antes do concerto da banda no domingo.

Em declarações à Lusa, o diretor de produção da Everything is New, Pedro Viegas, explicou que a decisão foi tomada pelas diversas entidades responsáveis pelo evento, desde a Polícia de Segurança Pública (PSP) à própria produção da banda, «por razões de segurança e até por conforto das pessoas».

Pedro Viegas recordou que a decisão não é exclusiva de Portugal, acontecendo o mesmo nos outros concertos da banda, e lembrou que o público-alvo do concerto é de uma «faixa etária baixa», pelo que o objetivo é que cheguem no próprio dia do evento a partir das 10:00, estando a abertura de portas marcada para as 15:30.

O diretor de produção da promotora alertou que, caso alguém tente passar a noite em torno do estádio, a PSP «não o vai permitir».

«Acho que o mais importante de passar a mensagem para o público é que isto é igual nos outros países, não é em Portugal que é inédito», disse Pedro Viegas, que referiu ter ido a Manchester, onde os One Direction atuaram em maio, no Estádio Etihad, e as mesmas restrições se aplicaram.

Antigos concorrentes do concurso «X-Factor» no Reino Unido, são descritos pela Billboard como «o próximo grupo a ajudar a fazer renascer o conceito de boys-band», que «ultrapassou todos os seus predecessores, tornando-se na maior boys-band desde os Take That».

A banda foi ainda alvo do documentário «One Direction: This is Us» pelo realizador Morgan Spurlock, então conhecido por ter sido nomeado para Oscar de melhor documentário por «Super Size Me - 30 Dias de Fast Food».

A primeira parte do concerto de domingo vai estar a cargo dos portugueses D.A.M.A..

PSP recomenda uso de transportes públicos

A Polícia de Segurança Pública (PSP) emitiu uma série de recomendações para os fãs de One Direction, antes do concerto de domingo no Estádio do Dragão, incluindo o uso de transportes públicos e o incentivo de «fair-play».

Em comunicado, o Comando Metropolitano do Porto da PSP sugeriu que sejam definidos pontos de encontro para o final do concerto, em particular entre adultos e seus acompanhantes.

Para além disso, a deslocação para o Estádio do Dragão deve ser feita «apenas no dia do concerto, preferencialmente com a antecedência necessária, de forma a evitar aglomerações de última hora», embora, caso seja necessário o uso de viatura particular, esta deve ser estacionada «em locais afastados das imediações do estádio».

A PSP alertou ainda que os espectadores do concerto não devem estar na posse de «objetos proibidos por lei para este tipo de eventos ou suscetíveis de possibilitar atos de violência, designadamente, armas, substâncias ou engenhos explosivos e/ou pirotécnicos».

A força de segurança deixou também um apelo a que seja incentivado o «fair-play».

«A PSP planeou para o evento em questão um dispositivo policial considerado adequado às circunstâncias, integrando as diferentes valências», refere também o comunicado, que define como objetivos a manutenção da ordem pública, a garantia das condições de segurança necessárias e o proceder «à regularização rodoviária e aos condicionamentos de trânsito necessários à circulação automóvel».