A cantora Stacey Kent, que atuou em Macau esta sábado, afirmou que está apaixonada por Portugal e admite vir a cantar fado, um dia.

«Adoro Portugal, as pessoas, a comida, o tempo, a música», partilhou Stacey Kent em entrevista à agência Lusa, dizendo que é «presença constante» em terras portuguesas.

A cantora explicou que a paixão pela língua portuguesa surgiu desde cedo: «quem me influenciou foi o meu avô russo, que cresceu em França e desde novo aprendeu outras línguas».

«Quando era pequena, o meu avô ensinava-me a recitar poesia em francês», contou, explicando que foi nessa altura «que o interesse pelas línguas nasceu», tendo optado por aprender vários idiomas numa escola.

Nesse estabelecimento, a língua portuguesa não estava incluída no programa e «não conseguia perceber por que razão não havia português, para mim era obrigatório», recorda.

«Acho a língua portuguesa absolutamente harmoniosa», disse a cantora, adiantando que esta paixão é independente da sua carreira artística: «mesmo se não fosse cantora, aprenderia português».

Depois de completar um curso intensivo de português, a cantora contou que se dedicou muito mais à leitura de literatura portuguesa, mostrando-se «fiel seguidora de Fernando Pessoa e seus heterónimos».

Questionada sobre a hipótese de um dia cantar fado, Stacey Kent não exclui essa possibilidade: «não sei o que me espera no futuro, mas seria uma enorme honra». Até porque o estilo musical português «emociona de uma forma muito honesta» quem o ouve.

No espetáculo de hoje em Macau, Stacey Kent apresentou o seu novo álbum «The Changing Lights», onde estão incluídas duas músicas originais em português.