"Stop stop stop". A palavra dita várias vezes por Eddie Vedder fazia adivinhar que algo de estranho se estava a passar no concerto dos Pearl Jam em Chicago. Pouco depois percebeu-se. De dedo em riste, o vocalista da banda dirigiu-se ao suspeito e fez com que o mesmo saísse do espetáculo.

Ei, senhor, ei. Tire o dedo da cara dessa mulher, seu filho da ... Agora estão todos a apontar para si", afirmou Vedder.

Perante apupos e aplausos da plateia, o homem foi encaminhado para a saída pelos seguranças enquanto o vocalista lhe dizia adeus.

Antes de retomar a música, Eddie Vedder pergunta à mulher se está bem e quase que lhe pede desculpa de a ter ajudado.

Ela estava a tomar bem conta de si própria", garante.