No Palácio de Cristal, no Porto, regressam, sexta-feira e sábado, as Noites Ritual, um hábito musical de final de agosto, desta vez com Batida e Virgem Suta como cabeças de cartaz, escreve a agência Lusa.

Com programação exclusivamente nacional, os concertos voltam a ter nesta sua 21ª edição dois palcos, com quatro bandas por noite, sendo que na primeira data é dominada pelos ritmos dançantes enquanto a segunda apresenta uma faceta mais melódica e intimista.

Na sexta os espectadores poderão pular ao som dos Batida, o projeto do luso-angolano Pedro Coquenão que traz para as ruas e para os ritmos de hoje o legado sonoro de uma Angola das décadas de 60 e 70, do século passado.

Com um pé nesse período, mas a geografia mais deslocada para Detroit ou Memphis, nos Estados Unidos, cabe aos Cais Sodré Funk Connection, abrir a noite do palco principal com muito funk e muita soul. Um grupo de reúne veteranos dos Cool Hipnoise, Orelha Negra, Mr Lizard, Cacique 97 ou da banda de Sérgio Godinho.

Mas a música começa pelas 22h00 horas no palco Ritual com Pinto & The Dishbreaker selecionados a partir da iniciativa Rituais Emergentes, um espaço em que também atuarão os Serushiô, um dupla portuense com muito blues a promover o ser segundo trabalho, editado este ano, «Life On Extended Play».

Na segunda noite, o nome principal são os Virgem Suta, que com as suas pitorescas histórias musicais com raízes bem portuguesas, são uma proposta para uma noite familiar nos jardins do Palácio, apesar do concerto só começar pelas 00h45.

Antes, no palco principal, vais ser possível ouvir o regresso de Rodrigo Leão e Gabriel Gomes, no seu projeto Os Poetas, em que criam fundos sonoros para as palavras de alguns dos maiores autores de poesia portugueses. No palco Ritual, será possível escutar os Heart Invaders e a lírica folk de Little Friend, o luso-inglês que lançou este ano o seu álbum de estreia, «We Will Destroy Each Other».

Os concertos Ritual já foram gratuitos mas este ano os bilhetes para um dia custam cinco euros, podendo ser adquirida por oito euros uma entrada para os dois dias.