A família de Avicii agradeceu o apoio que tem recebido dos fãs e dos artistas após a morte do DJ e do produtor sueco. 

Considerado um dos melhores DJ do mundo, Tim Bergling, conhecido como Avicii, foi encontrado morto na sexta-feira, em Mascate, capital do sultanato de Omã, onde se encontrava há alguns dias de férias com amigos.

Em comunicado, a família do sueco agradeceu aos fãs e a outros músicos que têm prestado homenagem a Avicii. 

"Obrigada por todas as iniciativas para homenagear o Tim, com manifestações públicas, sinos de igrejas a tocar a sua música, tributos no Coachella e momentos de silêncio um pouco por todo o mundo. Estamos muito gratos pela privacidade neste momento difícil. O nosso desejo é que continue a ser assim". 

A família optou por não revelar as caudas da morte do músico e apenas autorizou que a polícia revelasse que, após duas autópsias, não havia "nenhum indício de crime".

Apesar de não se saber como morreu Avicii, sabe-se que o seu estado de saúde se tinha vindo a deteriorar nos últimos anos, tendo-o obrigado a retirar-se dos palcos para cuidar da saúde. O músico sofria de pancreatitis aguda e teve mesmo de retirar a vesícula biliar e o apêndice em 2014.

As homenagens a Tim Bergling continuam um pouco por todo o mundo. Um dia após a sua morte, milhares de fãs do sueco juntaram-se na praça Sergels Torg, em Estocolmo, para lhe prestar homenagem.

Seguiu-se depois Kygo que tocou uma música de Avicii durante a sua atuação no Coachella, no passado sábado. O momento foi divulgado pelos fãs nas redes sociais. 

 

@kygomusic @avicii 😭 #kygo #avicii #cochella2018 #cochella #sadday

A post shared by Faahsai (@djfaahsai) on

Outra das homenagens que rapidamente se tornou viral nas redes sociais foi a homenagem da Holanda ao sueco: os sinos de uma igreja em Utrecht tocaram a música "Without You".