A música que o compositor português Nuno Malo escreveu para o filme «No god, no master», de Terry Green, é candidata a uma nomeação para os Óscares, revelou a organização dos prémios.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos divulgou a lista das 114 bandas sonoras candidatas a uma nomeação para os Óscares de 2015 e dela faz parte a música de Malo, de «No god, no master», thriller escrito e realizado por Terry Green, estreado nos Estados Unidos na primavera.

Nuno Malo, nascido na Madeira em 1977 e radicado nos Estados Unidos, é autor de várias bandas sonoras para cinema, tendo sido eleito o compositor revelação de 2010 nos Estados Unidos, pela Associação Internacional de Críticos de Música para Cinema.

O músico português estudou composição em Londres e composição para cinema em Los Angeles (Califórnia). Assinou a música de filmes portugueses como «O Julgamento» e «A Arte de Roubar», ambos de Leonel Vieira, «Filme da Treta», de José Sacramento, «A Mulher Polícia», de Joaquim Sapinho, «Amália - O Filme», de Carlos Coelho da Silva.

«A Profecia Celestina» (2006), de Armando Mastroianni, «The Lost and Found Family» (2009), de Barnet Bain, e «Miel de Naranjas» (2012), de Imanol Uribe, são três das produções internacionais para as quais também compôs.

A lista das 114 bandas sonoras consideradas elegíveis é liderada pelo francês Alexandre Desplat - com cinco filmes pré-selecionados - e integra também obras de compositores como James Newton Howard, Danny Elfman, Gustavo Santaolalla, Michael Giacchino, Alberto Iglesias, Gustado Dudamel e Howard Shore.

As nomeações para a 87ª. edição dos Óscares serão anunciadas a 15 de janeiro em Los Angeles.

A cerimónia acontecerá a 22 de fevereiro.