«Beyoncé», o álbum homónimo lançado de surpresa pela cantora norte-americana na passada semana, continua a fazer história.

Depois de ter batido o recorde do disco que mais vendeu na semana de lançamento no iTunes, o novo álbum fez também de Beyoncé a primeira mulher a alcançar o primeiro lugar do top de vendas nos EUA com os seus primeiros cinco trabalhos discográficos.

O quinto disco de estúdio de Beyoncé entrou diretamente para a posição cimeira do top Billboard 200, com vendas superiores a 617 mil unidades, anunciou a revista «Billboard».

Beyoncé junta-se ao restrito lote de artistas, completado pelo rapper DMX e pela banda folk The Kingston Trio, que chegaram a «número um» na tabela de vendas norte-americana com os cinco primeiros álbuns.

O novo disco de Beyoncé foi lançado digitalmente na sexta-feira sem qualquer campanha prévia de marketing, uma raridade nos dias que correm, especialmente para uma das maiores estrelas da indústria musical.

Beyoncé conseguiu assim também evitar que o novo álbum fosse pirateado online antes da edição oficial. Apenas um grupo restrito de pessoas da Columbia Records estava a par do lançamento e mesmo os realizadores de alguns dos 17 vídeos deste «álbum visual» não faziam ideia da dimensão do projeto.

«Beyoncé» é composto por 14 novas canções e 17 vídeos, e conta com a participação especial de Frank Ocean, da nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, e de Jay-Z. O marido da cantora é um dos produtores do disco, juntamente com Pharrell Williams, Justin Timberlake, e Timbaland, entre outros.

Blue Ivy Carter, a filha de 23 meses de Beyoncé e Jay-Z, também entra num dos temas, «Blue».

A partir de 20 de dezembro o novo disco de Beyoncé será lançado nos formatos físicos, e a cantora norte-americana tem regresso marcado a Portugal em 2014. A MEO Arena, em Lisboa, receberá a nova digressão nos dias 26 e 27 de março do próximo ano.