Jennifer Lopez conquistou o prémio Michael Jackson de Vanguarda de Vídeo, nos MTV Video Music Awards, em Nova Iorque. E nem seria ela se não o justificasse. Uma das maiores distinções no mundo da música foi o mote para a atuação de dez minutos de que todos estão a falar.

Dos primeiros até aos últimos sucessos. O espetáculo começou com “Waiting for tonight” com um decote em 'V', que já lhe é associado. Sem demoras ouviu-se "Get on the floor". E foi mesmo na pista de dança que a artista de 49 anos deu tudo e onde deixou, quem ali estava, deslumbrado com a performance.  

Porque nem só de música se faz JLo, a atuação fez-se de energia, dança, cenários e luzes. Sem sair do palco, fez várias trocas de roupa.

A atuação não esqueceu, claro, os hits que a puseram de pé bem assente no mundo da música: "My love don't cost a thing""Jenny from the block". Nesta última música é feita uma referência às próprias origens, a zona de Bronx (Nova Iorque), e por isso, o cenário trouxe consigo uma carruagem de comboio. 

Foram dez minutos de duas décadas de discografia, desde o álbum de estreia "On the 6" até ao seu mais recente trabalho "Dinero", com a qual terminou a atuação. 

O prémio que a fez subir ao palco apenas foi ganho por artistas como Madonna, Britney Spears, Justin Timberlake, Guns N'Roses e Beyoncé.

No discurso não faltaram palavras de agradecimento aos filhos e ao namorado Alex Rodriguez.

Isto é uma honra tremenda. Foi um caminho incrível ter conseguigo realizar os meus sonhos mais loucos", disse Lopez.

A cantora e atriz também agradeceu aos fãs, a quem disse "conquistaram o meu coração e minha alma e tornaram-se parte de mim".

Jennifer Lopez, que tem mais de 40 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, segundo a MTV, é a primeira artista latina a receber o prémio.