O músico sofria de várias doenças, incluindo diabetes e problemas cardíacos, disse a mulher Wyndi Harp Head, ao Springfield New-Leader, jornal local do estado do Missouri onde o casal vivia.

 

“A nossa comunidade musical perdeu um grande talento demasiado cedo”, reagiu em comunicado Neil Portnow, presidente da Recording Academy, sobre a morte do vencedor de dois prémios Grammy.