O músico e cantor Ray Thomas, um dos membros fundadores do grupo Moody Blues, morreu aos 76 anos, em Inglaterra, anunciou este domingo a sua editora discográfica.

De acordo com um comunicado da Cherry Red Records - Esoteric Recordings, o cantor faleceu na quinta-feira, em sua casa, no Surrey, vítima de cancro na próstata.

Flautista, cantor, e letrista, Ray Thomas conheceu a glória nos anos 1960 e 1970, depois de ter fundado os Moody Blues com Mike Pinder, Denny Laine, Graeme Edge e Clint Warwick.

Também conheceu o sucesso com vários álbuns a solo, tais como "From Mighty Oaks" e "Hopes, Wishes, Dreams".

Quando era jovem pertenceu a várias bandas, como os Saints & Sinners, e os Ramblers.

Ray Thomas tinha revelado no seu sítio na internet, em 2014, que sofria de um cancro na próstata.

Estamos profundamente sentidos com a morte de Ray Thomas. O seu calor humano, o seu humor e gentileza vão fazer-nos falta", escreve a editora no comunicado, acrescentando ter sido um privilégio conhecer e trabalhar com o músico.