O cantor Justin Bieber está proibido de atuar na China, devido a "comportamentos inadequados", praticados dentro e fora do país.

A informação foi dada pelo Centro Municipal de Cultura de Pequim, que decidiu responder aos fãs indignados pela falta de concertos agendados para a China (à exceção de Hong Kong) na tour mundial do cantor.

Segundo o comunicado, citado pelo The Guardian, as autoridades chinesas consideram que “não é adequado que entrem no país artistas que têm comportamentos inadequados”, ainda que não citem episódios concretos.

Embora seja um jovem cantor “com muito talento (…) causou descontentamento público no país e tem havido uma série de situações de mau comportamento, tanto no estrangeiro como na China”, lê-se, também, no comunicado.

O departamento cultural espera que o artista mude o seu comportamento para, quem sabe, poder voltar ao país um dia: “Esperamos que Justin Bieber seja capaz de melhorar à medida que cresce”. 

O artista encontra-se em digressão (Prupose World Tour) e tem concertos agendados para o final deste ano na Indonésia, no Japão, nas Filipinas, em Singapura e em Hong Kong.