Ed Sheeran enfrenta um processo judicial por alegada violação dos direitos de autor. O cantor britânico é acusado de plagiar, com a sua canção de 2015, “Photograph”, a melodia de uma outra, “Amazing”, lançada em 2011 por Matt Cardle.

Segundo os advogados deste vencedor de um concurso televisivo de talentos, “Photograph” tem 39 notas em comum com “Amazing”, bem como semelhança de “palavras, estilo vocal, melodia e ritmo”, como cita a Sky News.

 

 

O sucesso comercial das duas músicas é, no entanto, diferente. “Photograph” chegou aos lugares cimeiros dos tops de países como Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, só para dar alguns exemplos. Num ano, foram vendidas 3,5 milhões de cópias e soma ainda mais de 200 milhões de visualizações no Youtube. Já “Amazing” tem pouco mais do que um milhão de visualizações em quatro anos.

O processo, que deu entrada num tribunal da Califórnia, nos Estados Unidos, pede uma indemnização superior a 17 milhões de euros.