O cantor espanhol Manolo Escobar, cuja canção «Y Viva España» se tornou conhecida em todo o mundo, morreu esta quinta-feira em Benidorm aos 82 anos, escreve a agência Lusa.

Escobar, que tinha cancro, «foi tratado na clínica, mas saiu na terça-feira e morreu em casa», declarou uma fonte da clínica de Benidorm, na costa sudeste de Espanha, onde o cantor esteve várias vezes hospitalizado.

Manolo Escobar tornou-se uma lenda da canção espanhola nos anos 1960 e '70 com títulos como «El Porompompero» ou «Mi Carro», mas sobretudo com «Y Viva España».

Nascido a 19 de outubro de 1931 na pequena localidade andaluza de Las Norias de Daza, no sul de Espanha, Manuel Garcia Escobar abandonou os palcos no final de 2012 depois de 50 anos de carreira.