Na mesma noite que Madonna encheu a “Arena Bercy”, em França, para promover o mais recente álbum, a rainha da Pop deu um pequeno concerto, na Praça da República, em Paris, para homenagear as vítimas dos atentados de 13 de novembro. Acompanhada do filho, a cantora interpretou vários temas seus e também “Imagine”, de John Lennon.

Quase um mês depois dos ataques em Paris, que vitimaram 130 pessoas, Madonna, que já tinha chorado em palco por causa dos atentados terroristas, deu um concerto no Pavilhão Bercy, esta quarta-feira, onde apelou para “não ceder ao medo”.
 

“Eu penso no que aconteceu há quase quatro semanas… Nós somos um coração e o nosso coração pode bater como um só. O poder do amor é maior do que o amor do poder. Nós não vamos ceder ao medo”.


Durante o espetáculo a rainha da Pop cantou ainda o hino nacional francês e segurou a bandeira de França.

Mas o momento alto da noite deu-se quando a cantora norte-americana visitou a Praça da República e deu um concerto improvisado, que anunciou apenas horas antes através do Twitter.

Madonna entoou “Imagine”, de John Lennon, com a ajuda do filho David Banda e do público, que serviu de coro.