Um poema escrito à mão por Jim Morrisson vai ser leiloado online no próximo dia 25 de junho e a leiloeira Paddle8 espera conseguir entre 60 e 80 mil dólares (entre 53 e 71 mil euros).

O manuscrito foi encontrado no meio dos bens do cantor no hotel em Paris onde este morreu. Escrito na última página de um bloco de notas, o poema escrito à mão termina com a frase "Last words, Last words out” (em tradução livre “últimas palavras, últimas palavras a saírem”).



Se as palavras eram um pronuncio daquilo que iria acontecer naquele quarto de hotel, é uma incógnita. Jim Morrisson morreu aos 27 anos e as causas exatas da morte nunca foram apuradas. O vocalista de The Doors era conhecido pelas suas letras soturnas e pelo consumo de álcool e drogas.

“Obviamente, não sabemos se é a última coisa que ele escreveu… mas estava entre as últimas coisas escritas por ele, certamente”, afirmou Simeon Lipman, especialista que trabalha com a leiloeira, à AP.


O bloco de notas estava intacto originalmente e foi sendo “partido” e vendido em peças ao longo dos anos. A página que irá ser leiloada está numerada mas não datada: o poema “Últimas Palavras” aparece na página 152.

“O que se destaca é que a página 152 era a última do bloco. Na verdade, vi o bloco de notas há uns anos, quando estava intacto, e lembro-me de ter visto a última página e as últimas palavras e de ter pensado ‘Wow, isto é material poderoso’”, afirmou Lipman.

“As suas palavras podem ser interpretadas de várias maneiras. Pessoalmente, gosto de visualizar o que ele está a dizer… É o que faz as suas músicas e poemas tão relevantes hoje porque as pessoas podem visualizá-los”, acrescentou.


Morrisson mudou-se para Paris em 1971 para fazer uma pausa nos concertos e focar-se na escrita. O cantor viria a ser encontrado morto a 3 de julho, poucos meses após a mudança. A polícia descartou o crime de homicídio e a autopsia.