John Lennon pode ter morrido há 35 anos, mas o seu nome continua a fazer história. No sábado, a guitarra que pertenceu ao ícone da música foi comprada por 2,4 milhões de dólares, colocando o objeto na lista dos artigos musicais de coleção mais caros do mundo.

John McCaw, um músico amador, foi o proprietário da Gibson J-160E, de 1962 durante décadas, depois de a comprar sem saber que tinha sido roubada ao cantor dos Beatles.

O antigo proprietário decidiu colocar o objeto à venda, em leilão, na Califórnia, EUA, e concordou dar parte das receitas à Fundação Spirit, criada por Yoko Ono. 
 

“É um objeto muito importante na carreira de John Lennon e da história dos Beatles. Eu sabia que ia ultrapassar 1 milhão de dólares, mas não tinha ideia que ia passar os 2 milhões”, disse Darren Julien, o responsável pelo leilão, à Reuters.


O instrumento foi usado para tocar alguns dos maiores sucessos dos Beatles, como “P.S. I Love You” e “Love Me Do”. Darren Julien revelou ainda que a guitarra esteve presente enquanto foram compostos outros hits, como “All My Loving” e “I Want to Hold Your Hand”.

No evento foi ainda leiloada uma bateria que pertenceu à banda. O instrumento chegou aos 2.1 milhões de dólares.

O recorde do Guiness para o instrumento musical leiloado por um preço mais alto, na História, foi uma guitarra Fender Stratocaster, que pertenceu a Bob Dylan e que angariou 2,7 milhões de dólares.


Foto da guitarra leiloada (Fonte: Reuters)