Com o apelido Vanakorn, Vanessa-Mae estreou-se nos Jogos Olímpicos de Inverno, esta terça-feira, terminando em último lugar na prova feminina de slalom gigante em esqui alpino.

Na primeira prova do dia, a violinista britânica, que competiu pela Tailândia, cruzou a linha da meta no 74º lugar, com um atraso de 26,98 segundos em relação à primeira classificada, a eslovena Tina Maze.

Apesar de ter beneficiado de várias desistências, Vanessa-Mae voltou a ser a última a terminar o segundo percurso da competição de slalom gigante, ficando no 67º lugar da classificação geral.

«Quase que caí três vezes, mas consegui chegar ao fim e isso é a coisa mais importante. Só a experiência de estar aqui é espetacular», disse a violinista (e agora desportista olímpica), citada pelo jornal «The Guardian».

Uma das violinistas que mais discos vende em todo o mundo, Vanessa-Mae acabou por atrair mais atenção mediática do que muitas das estrelas do desporto que competem em Sochi, na Rússia.

Vanessa-Mae tinha prometido doar dinheiro a instituições protetoras dos animais caso se qualificasse para as Olimpíadas e, apesar do último lugar, conseguiu tornar o seu sonho realidade.

«O meu principal objetivo era divertir-me, melhorar o meu esqui num curto espaço de tempo, e ajudar alguns animais», explicou.