Mulheres dominam nomeações nos Ivor Novello Awards

Adele, PJ Harvey e Kate Bush concorrem entre si pelo prémio de Melhor Álbum

Por: Redação / JCS    |   17 de Abril de 2012 às 18:07
A lista de nomeados para os Ivor Novello Awards 2012 é dominada por artistas femininas. Pela primeira vez, a categoria de Melhor Álbum será disputada apenas por mulheres: Adele, PJ Harvey e Kate Bush.

Para o prémio de Melhor Canção, o único artista masculino a intrometer-se entre Adele e Florence & the Machine é Ed Sheeran com «The A Team».

A situação oposta existe na corrida ao prémio de Melhor Canção Contemporânea com a norte-americana Lana Del Rey a ser a única mulher entre os restantes nomeados, a dupla Nero e o britânico James Blake.

Os Ivor Novello Awards são entregues a 17 de maio numa cerimónia a realizar em Londres.

A lista completa dos nomeados:

Melhor Canção (musicalmente e liricamente)

- «Rolling In The Deep», Adele

- «Shake It Out», Florence & the Machine

- «The A Team», Ed Sheeran

Melhor Canção Contemporânea

- «Promises», Nero

- «The Wilhelm Scream», James Blake

- «Video Games», Lana Del Rey

Melhor Álbum

- «21», Adele

- «50 Words For Snow», Kate Bush

- «Let England Shake», PJ Harvey

Melhor Banda Sonora Original

- «Life In A Day»

- «The First Grader»

- «We Need To Talk About Kevin»

- «Best Television Soundtrack»

- «Leonardo»

- «Page Eight»

- «The Shadow Line»

PRS For Music Most Performed Work

- «Rolling In The Deep», Adele

- «Someone Like You», Adele

- «The Flood», Take That





PUB
Partilhar
FOTOGALERIA:
Adele
PJ Harvey na Aula Magna

Adele canta «Someone Like You» nos MTV Video Music Awards 2011 EM CIMA: Adele canta «Someone Like You» nos MTV Video Music Awards 2011
COMENTÁRIOS

PUB
Syriza e Gregos Independentes chegam a acordo

Governo de coligação vai integrar os dois partidos que pouco mais têm em comum do que a defesa do fim da austeridade. O partido de Alexis Tsipras, que venceu as eleições deste domingo com 36,34% dos votos, não conseguiu a maioria absoluta por apenas dois deputados. Por isso, precisava de um acordo para formar governo. Em conjunto, Syriza e Gregos Independentes vão ter 162 lugares num parlamento de 300