David Bowie foi um músico e produtor muito influente, cuja carreira inspirou diversos artistas e bandas, que interpretaram os seus temas ao longo das últimas décadas.

O artista britânico morreu no domingo, aos 69 anos, mas deixou-nos a sua música e com ela a inspiração. O "camaleão do rock", como era conhecido, influenciou diversas bandas internacionalmente conceituadas, casos de Nirvana e Oasis.

A sua carreira começou cedo, mas foi o tema "Space Oddity" que lançou Bowie para o centro da atenção do público, em 1969. Conhecido como um dos músicos mais inovadores de sempre, este tema, essencialmente acústico e acrescido de sons eletrónicos, viria a ser replicado pelos Smashing Pumpkins. A banda norte-americana de rock alternativo cantou "Space Oddity" em 2012 na rádio iHeartRadio, na cidade de Nova Iorque.

 

Também o artista brasileiro Seu Jorge interpretou "Space Oddity", mas em português.

 

Depois de "Space Oddity", a carreira de David Bowie ficou mais exposta à fama. E foi exatamente esse o nome que o compositor deu à música que lançou em 1975. "Fame" foi um tema gravado com John Lennon, em Nova Iorque. George Michael interpretou o tema em 2007, no festival Rock in Rio, no Rio de Janeiro. 

 

Dois anos depois, David Bowie produziu o tema "Heroes", com Brian Eno. O tema foi inspirado na música "Hero", dos alemães "Neu!" e depressa se tornou no tema assinatura de Bowie. "Heroes" teve grande sucesso no Reino Unido e nos Estados Unidos. Os The Wallflowers, a banda de Jakob Dylan - filho do lendário Bob Dylan - realizou um cover do tema “Heroes”, em 2013. 

 

Também os britânicos Oasis, que marcaram o rock tradicional da Inglaterra, interpretaram o tema “Heroes”, em 2008. 

 

Mas foi o tema "Rebel Rebel" que encerrou a sua fase de  glam rock. Foi considerada a sua música mais completa, pela letra e pelo riff - uma progressão de acordes, intervalos e notas musicais repetidas, que formam a base ou acompanhamento. Os Duran Duran interpretaram "Rebel Rebel", em 1995, no HardRock Café.

 

Também o cantor Bryan Adams, considerado um dos artistas mais bem sucedidos da década de 80, interpretou o tema "Rebel Rebel".

 

O sucesso de Bowie não era questionável, mas o artista continuava a surpreender. Foi no  Earls Court Exhibition Centre que apresentou o seu mais recente tema em 1978. "Sound and Vision" foi o nome escolhido para um tema notável pela justaposição da guitarra com uma faixa instrumental. Franz Ferdinand, a banda escocesa de rock, interpretou este tema, em 2014. 

 

A música que deu nome ao álbum, “The man who sold the world” estava na lista dos 50 álbuns favoritos de Kurt Cobain, vocalista dos Nirvana. Em 1993, a banda interpretou ao vivo o tema na apresentação dos MTV Unplugged e posteriormente foi incluída no álbum MTV Unplugged in New York. Os Nirvana realizaram covers do tema com regularidade até à morte do seu vocalista, em 1994.