Demi Lovato está a sofrer "complicações" na recuperação de uma alegada overdose que sofreu na semana passada. De acordo com a CNN, a cantora norte-americana continua internada num hospital de Los Angeles, nos Estados Unidos, e ainda não se consegue prever quando terá alta.

Náuseas, vómitos e febre alta são alguns dos sintomas que a cantora tem sentido ao longo dos últimos dias, na sequência de uma alegada overdose que sofreu na semana passada. A informação é avançada pela CNN, que cita junto de fontes próximas da artista.

Amigos da cantora negaram que o internamento esteja relacionado com uma overdose de heroína. No entanto, outras fontes, também próximas de Lovato adiantaram que a cantora pretende procurar tratamento para o abuso de drogas depois de ter alta do hospital.

Os representantes da cantora nunca revelaram oficialmente o que levou a cantora ao hospital quando foi encontrada inconsciente.

Desde que está internada, Lovato tem vindo a ser acompanhada pela família e pelos amigos

Ainda não se sabe quando é que a cantora terá alta. A equipa médica que a tem acompanhado ainda não tomou nenhuma decisão e o que se sabe para já é que a cantora continua "sob os cuidados de especialistas médicos" e que se espera uma "recuperação completa" do seu estado de saúde.

Lovato tem falado abertamente sobre a luta contra o vício das drogas e do álcool, bem como em relação aos seus problemas de saúde mental e de distúrbios alimentares. A artista admitiu ter procurado ajuda profissional para o abuso de substâncias e confessou ter estado em reabilitação, em 2010.

Em junho, a cantora lançou a música "Sober" onde revelava que tinha sofrido uma recaída e que já não estava sóbria. Na sua atuação no Rock in Rio Lisboa, Lovato cantou pela primeira vez esta música ao vivo e não conseguiu conter a emoção.