Os Deolinda, os Linda Martini, Gisela João e Rui Pregal da Cunha vão atuar a 31 de maio, no festival Rock in Rio Lisboa, numa homenagem ao músico António Variações, que este ano completaria 70 anos, foi hoje anunciado.

Os quatro nomes portugueses, anunciados em conferência de imprensa, vão interpretar o repertório de António Variações no palco principal do festival, no mesmo dia dos Arcade Fire.

O festival, no Parque da Bela Vista, decorrerá nos dias 25, 29, 30 e 31 de maio e a 01 de junho.

A ideia da direção do festival é «juntar artistas de uma nova geração que gostasse do António Variações», disse o programador Zé Ricardo.

Em declarações à agência Lusa, Zé Ricardo explicou que, em palco, cada artista convidado irá interpretar três temas de António Variações - o repertório está ainda por escolher -, e a lógica será de dinâmica entre músicos «para que o "show" não pare».

Perante um artista «transgressor», que influenciou várias gerações, Zé Ricardo admitiu que «a escolha do quarteto» para o espetáculo no Rock in Rio Lisboa «demorou muito tempo», até se encontrarem os músicos que tivessem «mais química».

À Lusa, a fadista Gisela João afirmou-se uma «Gisela Variações»: «Eu tenho trinta anos e acho que a minha geração teve muita coisa boa por causa do António Variações. Quebrou barreiras, abriu portas, mudou formas de pensar e de se ver as músicas».

O músico António Variações morreu há 30 anos, a 13 de junho de 1984, deixando dois álbuns editados e um conjunto de gravações inéditas que, em 2004, foram recuperadas pelo projeto Humanos, do qual fizeram parte David Fonseca, Camané, Helder Gonçalves, Manuela Azevedo e Nuno Rafael.