Paul McCartney, o lendário baixista dos Beatles, foi impedido de entrar numa festa na discoteca Argyle, em Los Angeles, organizada pelos músicos Tyga e Bow Wow, após a cerimónia da entrega dos prémios Grammy.

Segundo o TMZ, o fundador dos Beatles, acompanhado pela mulher, Nancy Shevell, e pelos músicos Tylor Hawkins (Foo Fighters) e Beck – que venceu o Grammy para álbum do ano em 2015 – não foi reconhecido pelos seguranças e viu ser-lhe negada a entrada não uma, mas duas vezes.

O grupo acabaria por desistir e foi visto mais tarde na festa da Republic Records no Hyde Sunset Kitchen + Cocktails, também em Los Angeles.

Nas imagens captadas pelo TMZ ouve-se McCartney a brincar com a situação, exigindo a Beck que lance um novo sucesso musical.

Quão famosos temos de ser? Precisamos de um novo sucesso pessoal. Trabalha nisso [Beck]!”

Questionados sobre o “incidente”, o rapper Tyga reconheceu que McCartney é uma “lenda”, enquanto Bow Wow não queria acreditar que tal tivesse realmente acontecido.

O Paul McCartney esteve no Argyle e não o deixaram entrar? Só podem estar a mentir.”