O baixista britânico Guy Pratt, que fez parte dos Pink Floyd após a saída de Roger Waters, vai atuar no dia 02 de maio no Gouveia Art Rock, festival que regressa àquela cidade para a 13.ª edição.

O cartaz do evento está fechado e inclui nove concertos, um dos quais um recital de entrada livre na igreja de Gouveia, de acordo com a organização.

Já em fevereiro, a organização do festival que decorre naquela cidade da Serra da Estrela, distrito da Guarda, havia anunciado o primeiro concerto em Portugal da banda Reinaissance em mais de 30 anos, «liderados pela angélica voz de Annie Haslam, depois da passagem por Vilar de Mouros, em 1982».

Também no dia 02 de maio, o Gouveia Art Rock vai contar com o regresso dos franceses Magma, considerados por publicações como a Rolling Stone «lendas do prog-rock», para além dos Curved Air e de Syndone.

O evento vai incluir também um «concerto do pianista sueco de jazz/fusão Bobo Stensson, um dos nomes maiores da conceituada ECM, selo que se constituiu em si mesmo como uma corrente estética no universo do jazz».

Também o California Guitar Trio, constituído pelo japonês Hideyo Moryia, pelo norte-americano Paul Richards e pelo belga Bert Lams, está de regresso a Gouveia, depois de ter «encantado» o público com «recitais fantásticos» na 5.ª e 7.ª edições do festival, lembram os organizadores.

Para além de tocar no palco do Teatro Cine de Gouveia, o trio interpretará um recital de música clássica na igreja de São Pedro, no segundo dia do festival.

Já os Uxu Kalhus apresentam-se em Gouveia «depois de quase uma década de digressões, em que subiram a cerca de três centenas de palcos diferentes de Portugal, Espanha, Alemanha e Itália».

A 13.ª edição do festival, organizado pela Câmara Municipal de Gouveia, também vai integrar eventos paralelos, que são de acesso gratuito, como o recital na igreja de São Pedro, uma feira de discos e de cartazes e um debate com a participação de músicos e editores presentes.