Chris Brown acha que o ébola é uma forma de «controlo da população». O cantor norte-americano sugere que o surto, que já fez mais de quatro mil mortos, não corresponde a uma doença natural.

A opinião polémica foi divulgada esta segunda-feira, através de uma mensagem no Twitter que já conta com mais de nove mil retweets.

Depois de ter partilhado a mensagem, Brown fez outro tweet, como se estivesse a prever as várias reações que a sua opinião poderia gerar.




Recorde-se que o rapper foi libertado em junho da prisão, depois de ter sido detido por ter agredido a namorada e também cantora, Rihanna. Brown cumpriu 108 dos 131 dias da sentença.

Os Estados Unidos já contam com dois casos de ébola confirmados, sendo que o primeiro caso de contágio foi anunciado este domingo. Trata-se de uma enfermeira do hospital do Texas que tratou de Thomas Duncan, o liberiano que acabou por morrer da doença.

As autoridades norte-americanas admitem que uma falha no protocolo possa ter estado na origem do contágio.