A cinebiografia de Freddie Mercury está cada vez mais longe de ver a luz do dia. Segundo o argumentista do filme, o projeto dificilmente seguirá em frente após a saída daquele que estava há muito confirmado como o protagonista da película, Sacha Baron Cohen.

Peter Morgan disse à BBC News que o filme «provavelmente não irá acontecer» depois do desentendimento entre Baron Cohen e os Queen. O ator inglês e a banda liderada por Brian May e Roger Taylor não chegaram a acordo sobre o foco principal da cinebiografia do vocalista falecido em 1991.

Segundo a BBC, a narrativa do filme com argumento de Peter Morgan e realização de Tom Hooper deveria acompanhar a formação dos Queen, no início dos anos 1970, até ao célebre concerto no festival Live Aid, em 1985.

No entanto, as «diferenças criativas» entre Sacha Baron Cohen e os Queen poderão ter posto um ponto final definitivo num projeto há muito aguardado pelos fãs de Freddie Mercury.