A 12ª mostra de música moderna portuguesa Sons de Vez arranca a 8 de fevereiro em Arcos de Valdevez ao som de Jorge Palma, numa edição especialmente dedicada ao rock, escreve a agência Lusa.

Tal como nas edições anteriores, a Casa das Artes de Arcos de Valdevez volta a ser palco de uma das mais antigas mostras de música moderna portuguesa, evento que este ano se prolonga por oito sábados, até 29 de março, apresentando, segundo a organização, um «cartaz de luxo com músicos nacionais de várias gerações e quadrantes sonoros».

A abertura desta 12ª edição do festival Sons de Vez faz-se com Jorge Palma, a 8 de fevereiro, mas pelo palco, nos sábados seguintes, passam nomes como Ermo, Atic, Mundo Cão e os Keep Razors Sharp.





Em março estão previstos concertos de Noiserv, Fitacola, Melech Mechaya e O Bisonte.





Segundo a organização, o «rock é o ingrediente principal» da programação deste ano, «mas as propostas são variadas e deixam espaço à world music e à fusão com o punk, a eletrónica e o indie».

Além dos espetáculos musicais, o Sons de Vez deste ano prevê a projeção dos documentários «Meio Metro de Pedra» e «Música em Pó», do realizador Eduardo Morais, acompanhado, igualmente, por uma exposição fotográfica que retrata alguns dos momentos mais marcantes das edições anteriores.

Na primeira década desta mostra, de iniciativa municipal, passaram pelo Sons de Vez, sempre realizados naquela vila rural do interior do Alto Minho, mais de 12.500 pessoas, que assistiram a cerca de uma centena de concertos pagos.

O cartaz do Sons de Vez 2014:

8 de fevereiro - Jorge Palma

15 de Fevereiro - Ermo + Atic

22 de fevereiro - Mundo Cão

28 de fevereiro - Keep Razors Sharp

8 de março - Noiserv

15 de março - Fitacola

22 de março - Melech Mechaya

29 de março - O Bisonte