A banda britânica Kasabian, a que se juntam Eddie Vedder, Massive Attack e Disclosure, são algumas das atrações da 20ª edição do festival de música Super Rock que decorrerá de 17 a 19 de julho, no Meco.

Pelos três palcos do evento, na Herdade do Cabeço da Flauta, perto de Alfarim (Meco), vão passar dezenas de bandas e artistas estrangeiros, como os The Kills, Woodkid, Cults, Cat Power, Foals, Jake Bugg, Panda Bear e Erlend Oye, a que se juntam os portugueses The Legendary Tigerman, Capicua, Keep Razors Sharp, Dead Combo, Batida e Frankie Chavez, entre outros.

Segundo o promotor do festival, Luís Montez, para assinalar estes primeiros 20 anos do festival, o quinto que se realiza em Sesimbra, o guitarrista Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, vai liderar um grupo com vários músicos portugueses para um concerto «único e irrepetível», a 19 de julho, de homenagem ao cantor norte-americano Lou Reed, que faleceu o ano passado.

Em palco, a interpretar repertório de Lou Reed (feito a solo ou com os Velvet Underground) estarão Zé Pedro, Jorge Palma, The Legendary Tigerman, Frankie Chavez, Lena d'Água e Tomás Wallenstein (Capitão Fausto).

No recinto do festival, preparado para acolher até 30.000 pessoas, haverá este ano um novo serviço de baby-sitting, em colaboração com a Santa Casa da Misericórdia.

«Há muita gente que já vem ao festival há 20 anos e foi por isso que decidimos criar este novo serviço, para que as crianças possam ficar ao cuidado das técnicas da Santa Casa da Misericórdia, enquanto os pais se divertem», justificou Luís Montez.

«Mas também vamos melhorar em termos ambientais, dado que este ano vamos ter, pela primeira, recolha seletiva de lixo no âmbito de uma parceria com a Sociedade Ponto Verde», acrescentou.

Além dos cinco hectares onde vão ficar instalados os três palcos do festival, haverá ainda uma área de seis hectares para campismo e autocaravanas e 20 hectares para estacionamento, o que deverá ser suficiente para cerca de 7.000 veículos automóveis.

Luís Montez fez, no entanto, questão de apelar aos amantes do festival para que utilizem preferencialmente os transportes públicos, lembrando que haverá autocarros diretos de Lisboa para o recinto do festival, a partir da Praça de Espanha (3 euros) e da Gare do Oriente (4 euros).

E para aqueles que tencionam permanecer no recinto do festival durante os três dias do certame, a organização garante ainda transporte grátis para irem às praias mais próximas, entre as 9:00 e as 19:00.