Os regressos das cantoras St. Vincent e Sharon Van Etten e do músico Perfume Genius, assim como uma dose reforçada de música portuguesa fazem o festival Vodafone Mexefest, na sexta-feira e no sábado, em Lisboa.

O festival tem como particularidade a realização de concertos em simultâneo, em várias salas de Lisboa, entre a avenida da Liberdade e a Baixa, às quais se acede com apenas um bilhete, tornando possível ao espetador traçar o seu próprio mapa de atuações.

Este ano destaca-se o regresso a Portugal das cantoras norte-americanas St. Vincent (sexta-feira) e Sharon Van Etten (sábado), ambas no Coliseu de Lisboa. A primeira esteve em junho no Primavera Sound (Porto) e a segunda revela o álbum novo, «Are we there», editado este ano.

Antes de Lisboa, St. Vincent, nome artístico de Annie Clark, estará no Hard Club, no Porto.

De regresso e também com álbum novo, intitulado «Too bright», estará o músico Mike Hadreas, ou Perfume Genius, no sábado, no cinema São Jorge, assim como Merrill Garbus, conhecida como tUnE-yArDs, sexta-feira, no Coliseu.

Entre os cinquenta nomes do cartaz deste ano assinalam-se ainda as presenças de Kindness, Curtis Harding, Palma Violets, Wild Beasts e o músico brasileiro Tiago Iorc, mas há uma presença reforçada de nomes portugueses, do pop rock e da eletrónica.

São os casos dos Clã e da rapper Capicua, ambos na sexta-feira, no Cinema São Jorge, que estão a preparar atuações especiais e com convidados.

Há ainda nomes recentes da música portuguesa, como Ana Cláudia, que lançou em outubro o primeiro EP, Éme, Modernos, Salto, Thores + The Shine, Sensible Soccers, Pedro Lucas e Duquesa, projeto a solo de Nuno Rodrigues, dos Glockenwise.

Destaque ainda para uma série de atuações de DJ ligados à editora Príncipe Discos, cujo trabalho tem tido eco internacional - com referências no New York Times e em publicações especializadas. Convocando techno, kuduro, kizomba, funaná ou tarraxinha, no Coliseu e no Atneu Comercial de Lisboa, estarão DJ Marfox, DJ Maboku & DJ Lilocox, Niagara, DJ Nigga Fox, Puto Márcio e DJ Spoko.

João Barbosa, músico e produtor dos Buraka Som Sistema (assina como Branko) estará no Coliseu de Lisboa, já na madrugada de domingo, enquanto no Palácio Foz estará D-Mars, que editou este ano o álbum «Meu Kamba», com recolhas discográficas do tempo das ex-colónias portuguesas.

No total, o Mexefest dividir-se-á pelo Cinema São Jorge, Palácio Foz, Estação Ferroviária do Rossio, loja Starbucks Rossio/Restauradores, Garagem EPAL, Ateneu Comercial de Lisboa, Sociedade de Geografia de Lisboa, Coliseu dos Recreios, Igreja de S. Luís dos Franceses e Casa do Alentejo.

O festival aconteceu pela primeira vez em 2008, então com a designação Super Bock em Stock. Em 2011 mudou de patrocinador principal e passou a chamar-se Vodafone Mexefest.