Mísia, Carlos do Carmo e Gisela João são os artistas convidados do 4º Festival de Fado de Madrid, que entre 18 e 21 de junho leva a música portuguesa ao público espanhol com concertos, debates e exposições.

Depois do êxito das edições anteriores, o certame pretende, este ano, consolidar-se como um dos eventos do calendário madrileno, reunindo o público espanhol não só para três concertos mas para debates sobre o papel cultural do fado, incluindo, este ano, no cinema.

Na agenda da edição deste ano está prevista a projeção de filmes, um ciclo de conferências, ateliers e uma exposição representativa do fado.

Em termos de concertos o festival arranca a 19 de junho com a atuação de Mísia, que revisitará o reportório de Amália Rodrigues, cantando poemas inéditos escritos para o seu novo projeto de tributo à fadista portuguesa mais conhecida.

No dia seguinte é a vez de Gisela João, uma das novas vozes do fado português - que teve grande êxito no seu primeiro álbum, lançado há um ano - e a 21 será a vez de Carlos do Carmo, num concerto que se propõe uma viagem por «0 anos da história da música portuguesa».

Segundo os organizadores, Carlos do Carmo terá como convidados no seu concerto Cristina Branco, Marco Rodriguez e Raquel Tavares.

Fora dos concertos, a Filmoteca Espanhola acolhe o ciclo de conferência que inclui um debate com Iván Dias sob o tema «Rodando Fados», uma mesa redonda com Diogo Varela Silva, David Ferreira e Cristina Branco e, finalmente, a conferência «O fado encontrou-me um dia: Carminho, Gisela e Camané», com o cineasta João Botelho.

A exposição «o fado e o cinema» marca ainda a agenda deste ano.