Carlos do Carmo, Mário Laginha, Aldina Duarte e a polaca Anna Maria Jopek são os convidados especiais do concerto de Camané no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, marcado para 14 de novembro.

Este será o regresso ao Coliseu, onde Camané cantou pela primeira vez, em nome próprio, na apresentação do disco «Sempre de Mim», em 2008. Dois anos mais tarde, a mítica sala de espetáculos voltou a recebê-lo, desta vez com «Do Amor e dos Dias».

Em abril, o fadista lançou a compilação «O Melhor 1995-2013», que inclui temas marcantes da carreira de Camané, como «Sei de Um Rio», «Senhora do Livramento», e «Vendaval» (com os Dead Combo), e três inéditos, entre eles o single «Ai Margarida».

Em entrevista ao tvi24.pt, na altura da edição do disco, Camané confessou que tem uma certeza absoluta: «O fado é uma coisa para a vida».

«Não faço ideia quando vou parar de cantar, isto é a minha vida. Espero cantar ainda com 70 anos. Não me vejo a fazer outra coisa.»