A banda inglesa Massive Attack está a deixar mensagens de apelo à libertação da Palestina nos seus concertos.

Depois de terem atuado no festival Super Bock Super Rock, no Meco, o duo esteve este fim-de-semana em Dublin, na Irlanda, e em ambos os casos o espetáculo visual foi marcado pelo conflito entre Israel e palestinianos.

Numa das mensagens usadas lia-se «Gaza tem sido ocupada sem restrições desde 1948».

O duo já tinha demonstrado há alguns anos o apoio à libertação dos territórios palestinianos. Mas agora, com o mundo a assistir a um dos mais violentos conflitos na região, parece querer reforçar a sua posição.

No Facebook, a banda informa que a sua página, com cerca de 2,8 milhões de fãs, promove um fórum de debate sobre a libertação da Palestina e são vários os utilizadores a partilharem opiniões sobre o conflito.

Além da música, Robert Del Naja, conhecido por 3D, e Grant Marshall, que usa a alcunha Daddy G, também são famosos pelo discurso político que atravessa as suas performances.

Del Naja acredita que os músicos têm um papel importante a desempenhar na discussão pública.