Em cima do palco os artistas revelam-se ao público em momentos de partilha. Levam a todo o país a música que fazem, num espetáculo preparado ao longo de meses. Depois seguem-se quilómetros de estrada. E há tanto entre cada viagem. Entre o acender e o apagar das luzes, entre o subir e o descer do palco, por entre multidões que os esperam.

Por tudo isto, em pleno verão, lançámos o desafio de acompanhar os artistas nacionais na estrada. O
Mickael Carreira, foi o primeiro a aceitar o convite. Do Pinhal Novo a Braga fizemos-nos à estrada com ele.
 
O cantor tem 29 anos, gravou o primeiro disco há quase dez. "Sem Olhar Para Trás" é o último álbum, lançado em Outubro de 2014 e que em menos de um mês recebeu o disco de platina. O título deste quinto disco de originais não é por acaso e marca uma viragem de sonoridades. Dos treze temas do mais recente trabalho já lançou o single "Tudo o que tu quiseres" com os B4, "A noite ao contrário", e o dueto com Enrique Iglesias "Bailando" que se tornou um sucesso.
 

"O ano passado e este têm sido muito importantes na minha carreira, houve realmente uma grande viragem na minha música. A partir do momento em que eu comecei a trabalhar fora de Portugal, eu acho que saí da minha zona de conforto, portanto sinto uma grande mudança na minha música e acho que o público sente isso".

 
Reflexo deste sucesso "Bailando" dá o nome a esta digressão que arrancou em Fevereiro. Desde então os concertos repetem-se todas as semanas. A agenda está quase toda preenchida para os próximos meses. Ao todo são mais de 60 concertos em todo o país.
 
A 10 de junho damos início à nossa viagem. Seguimos para  o Pinhal Novo, a cerca de quarenta quilómetros de Lisboa. Mickael Carreira prepara-se para subir ao palco principal na Praça da Independência. Antes do cair da noite já as fãs do cantor o esperam na primeira fila. Nas ruas, a cada passagem repetem-se pedidos de beijinhos e fotografias. O cantor atende a todos, mesmo a quem timidamente hesita em aproximar-se.


À hora marcada a multidão chama em coro: Mickael! Mickael! Mickael!


"Só mais uma noite" marca o arranque do alinhamento e a música contagia as festas populares da vila.
O concerto desta noite tem convidados especiais em palco e na audiência.
 

"Esta noite tenho a sorte de ter aqui alguns amigos, a família. A minha mãe, o meu pai! Querem que eu o chame?"

 
Um coro de vozes chama o pai do cantor. Tony Carreira satisfaz o pedido e canta, por breves momentos, ao lado do filho mais velho. O público rende-se a "Ai destino".
 

Veja aqui os fãs a cantar em uníssono

 
Mickael prova que filho de peixe sabe nadar. Desde cedo a música entrou-lhe na vida. "Eu lembro-me lá em casa, com dez anos, qualquer coisa servia para fazer um concerto".
 
A completar 10 anos de carreira, peço-lhe o contrário do nome do último disco e desafio-o a olhar para trás. Mickael não hesita.
 

"Aos 18 anos comecei a escrever os meus temas, em segredo sem os meus pais saberem."
As coisas começaram a arrancar aos 20 anos quando gravei o meu primeiro disco e a partir daí nunca mais parei e foi tudo muito rápido."

 
Já lá vai quase uma década. Com cinco discos de originais. Mais de 200 mil cópias vendidas. 9 platinas.
 

"Eu acho que a prova de fogo para qualquer cantor é o palco, depois de um grande sucesso como foi o disco anterior é apresentar o trabalho às pessoas na estrada, com um concerto".

 
A tarde está a começar e a noite promete ser longa.

De Lisboa para Braga são mais de 300 quilómetros de distância, é tempo de seguirmos viagem, é dia de mais um concerto.
 
Estamos a 24 de junho, noite de S. João e todos os centímetros da Praça da República estão preenchidos.
Antes de subir ao palco, o cantor aproveita para fazer exercício físico, "é sempre bom para entrar com energia em palco".
 
Nos bastidores todos se preparam. O público chama por Mickael. É tempo de subir a mais um palco.
 

" - Boa noite, Braga!"

 
São quase duas horas de espetáculo e se há ritmos que aquecem a noite, outros trazem emoções à mistura.
"Porque ainda te amo" ouve-se em coro por 30 mil vozes.
 
É um dos momentos mais marcantes da noite. Mickael reconhece isso mesmo perante uma praça completamente cheia. Agradece ao público. Mas o público da cidade minhota tem ainda muito mais para dar ao artista. A entrega de quem ouve numa noite de junho com temperaturas pouco amenas é recompensada. Mickael repete aquele que é um dos temas de maior sucesso. "É a primeira vez que eu repito este tema em palco nesta digressão. Obrigada Braga!" e a cidade aperaltada de manjericos e martelinhos segue bailando na noite de S. João.
 
No fim do concerto é em cima do palco desta festa que conversamos com o artista. A praça ficou vazia, ninguém imagina que ele está novamente ali a conversar com a TVI, enquanto toda a equipa vai rapidamente desmontando a estrutura do concerto. Uma longa fila de fãs aguarda por ele.
Não há dúvida que Mickael está feliz com esta fase que está a viver. É isso que nos conta com o brilho no olhar.
Do outro lado da praça as fãs começam a chamar de novo. Deixamos-o ir. Está cansado, mas não esmorece na atenção a cada uma das pessoas na longa fila.
 
Antes disso, perguntamos por tudo o que está a acontecer na América Latina. O sucesso já atravessa fronteiras.
"No México foi recomeçar do zero, num sítio onde não me conheciam. Estou muito feliz com este desafio e por defender as cores de Portugal fora do nosso país".
 
Por cá, nesta digressão já lá vão mais de cem mil quilómetros de estrada, em concertos que somam 600 mil espetadores.
 
A "Tour Bailando" segue na estrada por todo o país. E Mickael acaba de conquistar aquele que é um sonho antigo. Depois de ter esgotado o Coliseu de Lisboa em 2014, este ano o fim da digressão vai ser no Meo Arena, em Lisboa.
 
É a maior sala de espetáculos do país, com capacidade para 15 mil pessoas. À música junta-se outra surpresa, o do lançamento de um perfume com o seu nome. A marca de perfumes alemã que tem nomes como Bruce Willis, Heidi Klum, Karolina Kurkova e em Portugal, Cristina Ferreira, decidiu apostar no cantor português para criar uma nova fragrância com nome próprio.
 
É a 24 de outubro. No Meo Arena. Até lá Mickael Carreira segue em concerto por todo o país.
Nós deixamos de seguir viagem com ele, mas a cada concerto recebemos as imagens de recintos completamente esgotados! A digressão segue em força e nós voltamos à estrada, deste vez com um outro artista.