O grupo pop inglês Orchestral Manoeuvres in the Dark (OMD) anunciou o cancelamento de todos os concertos deste ano, incluindo uma atuação em setembro em Cascais, por causa de problemas de saúde com o baterista, Malcolm Holmes, escreve a agência Lusa.

A organização do festival ERP Remember Cascais confirmou o cancelamento e anunciou que revelará a banda substituta nos próximos dias.

Malcom Holmes teve que ser hospitalizado na semana passada em Toronto, no Canadá, com sintomas de desidratação e fadiga, pelo que o grupo cancelou todos os concertos até ao final do ano.

Os OMD tinham concerto marcado para o festival ERP Remember Cascais, que decorrerá nos dias 6 e 7 de setembro no Hipódromo Municipal Manuel Possolo, em Cascais.

Formados em 1978 por Andy McCluskey e Paul Humphreys - Malcolm Holmes juntar-se-ia mais tarde nesse ano - os OMD foram responsáveis por temas synthpop como «Enola Gay», «Electricity» e «Souvenir».

«Architecture & Morality», o terceiro álbum, de 1981, é considerado um dos mais bem sucedidos do grupo - inclui os temas «Souvenir» e «Joan of Arc» - tendo vendido cerca de três milhões de cópias.

O grupo acabou por se separar, reunindo-se já no século XXI, em 2006, lançando dois álbuns.

Este ano o ERP Remember Cascais terá nomes como The Waterboys, Roger Hodgson (Supertramp), José Cid e GNR.