O músico Vitorino assinala, esta quinta-feira, 40 anos sobre a edição do seu primeiro álbum, "Semear salsa ao reguinho", com um concerto na Escola de Música do Conservatório Nacional, em Lisboa, com início marcado para as 19:00.

O álbum incluía a canção que desde logo marcou a carreira de Vitorino, “Menina estás à janela”, e outras que também definiram o seu percurso, como “Cantiga d'um marginal do século XIX”, “Cantiga de uma greve de verão” e “Morra quem não tem amores”.

"Os Malteses", "Não há terra que resista - Contraponto", "Romances", "Flor de la mar", "Leitaria Garrett", "Sul", "Negro fado", "Cantigas de encantar" são alguns dos álbuns de Vitorino, editados desde então, recorda a Lusa.