O músico português Sérgio Godinho apresenta ao vivo, em fevereiro, em Lisboa, e em março, no Porto, o novo álbum, “Nação Valente”, a ser editado no dia 26 de janeiro, anunciou hoje a editora discográfica Universal.

Os concertos de apresentação de “Nação Valente” irão acontecer nos dias 23 e 24 de fevereiro, no Capitólio, em Lisboa, e 03 e 04 de março, na Casa da Música, no Porto, refere a editora num comunicado hoje divulgado.

“Nação Valente”, com produção do músico Nuno Rafael, é o 18.º disco de originais de Sérgio Godinho e sucede a “Mútuo Consentimento”, editado em 2011.

O disco, que tem “Tipo Contrafação” como primeiro ‘single’, é composto por dez temas, todos com letra de Sérgio Godinho, com exceção de “Delicado”, tema escrito por Márcia. Na composição das músicas, Sérgio Godinho contou com a participação de, entre outros, David Fonseca, Hélder Gonçalves, Pedro da Silva Martins, José Mário Branco e Filipe Raposo.

“‘Nação Valente’ tem a ainda a colaboração do 'multidisciplinar' Filipe Melo que soma à sua participação enquanto músico, os (memoráveis) arranjos para cordas e sopros”, refere a Universal.

De acordo com a editora, o novo disco traz o “conforto e inquietação que Sérgio Godinho tem proporcionado ao longo da sua carreira”, mas leva ainda os ouvintes “para territórios poéticos e musicais de alguma forma inéditos na obra do cantautor e que ilustrarão, seguramente, os seus futuros ‘best of’ [melhores de]”.

Apesar de ser conhecido sobretudo pelos discos que edita desde a década de 1970, Sérgio Godinho, de 72 anos, tem canalizado a escrita criativa por outros géneros, como teatro, argumento para cinema, ficção para crianças, poesia e contos.

Em fevereiro do ano passado editou "Coração mais que perfeito", o seu primeiro romance.

"Coração mais que perfeito" surgiu depois do livro de contos "Vidadupla" (2014) e do de poesia "O sangue por um fio" (2009).