O grupo bracarense Peixe:Avião apresenta no sábado, no Theatro Circo, em Braga, o novo álbum, homónimo, o que melhor representa a identidade da banda ao fim de seis anos de existência, afirmou à agência Lusa o guitarrista André Covas.

Editado esta semana, «Peixe:Avião» é o terceiro registo do grupo e assume precisamente o nome da banda porque sumariza a sonoridade que andaram estes anos a apurar.

«Vamos sempre parar à categoria do pop rock alternativo, mas mais experimental, onde exploramos também o ruído», disse o guitarrista, referindo-se ao trabalho de estúdio como um «processo esgotante».

André Covas explicou que a banda intencionalmente mudou a estratégia de composição e que o novo álbum resulta de um processo de criação feito em conjunto com todos os elementos da banda: «Antes compunha cada um em sua casa e juntávamos as peças todas no ensaios».

«Por isso é que digo que este disco, mais depurado, somos mais nós enquanto banda», afirmou.

As canções novas serão apresentadas no sábado, em Braga, cidade onde vivem e trabalham e onde André Covas diz existir uma vida musical consistente - com a ajuda das salas de ensaio criadas no estádio 1º de Maio -, mas sem uma grande oferta de salas para atuar.

A par da banda, alguns dos músicos gerem ainda a editora discográfica independente PAD, responsável por já ter lançado mais de uma vintena de discos, nomeadamente de Dear Telephone, Long Way to Alaska e Stereoboy.

A 5 de outubro, a banda de Ronaldo Fonseca, André Covas, Luís Fernandes, José Figueiredo e Pedro Oliveira, atua no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.