Ed Sheeran deixou o Twitter depois de ser alvo de críticas. O cantor tem recebido muitos comentários abusivos que o deixam incomodado e que, segundo o próprio, lhe "arruínam" o dia.

Na verdade, saí completamente do Twitter. Não consigo ler os comentários. Vou lá e não há nada mais para além de pessoas a dizer coisas más. Um comentário pode arruinar o teu dia. Tenho pensado muito no porquê das pessoas não gostarem de mim”, disse o artista ao jornal The Sun.

Apesar do cantor manter a conta da rede social ativa, esta serve apenas para fazer atualizações automáticas da sua conta do instagram. A página, que tem mais de 19 milhões de seguidores, está inundada com insultos ao trabalho do cantor de 26 anos.

A música "Galway Girl" foi um ponto de rutura para mim. É revoltante. Trata-se de uma apropriação cultural fraudulenta, que ele justifica com as suas raízes irlandesas. Horrível", comentou David N na página do cantor.

Já para Richard Roche, a música "Galway Girl" é horrível e está cheia de imprecisões geográficas.

Consegui evitar aquela música horrível "Galway Girl", do Ed Sheeran, até agora. Horrível e cheia de imprecisões geográficas", escreveu Richard Roche, no Twitter.

Ed Sheeran foi também criticado por usar um "pedal de loop", um instrumento que está ligado à guitarra e que repete partes da música, previamente gravadas, quando o guitarrista decidir.

Apesar deste pedal não fazer qualquer alteração específica ao som produzido pela guitarra, o artista foi alvo de várias críticas e decidiu responder às mesmas no Twitter, dizendo que tudo o que faz nos seus espetáculos é ao vivo e sem alterações.

O mais recente álbum do cantor, “÷” (Divide) , está no topo de vendas no Reino Unido e é campeão de vendas a nível mundial. Com tanto sucesso, Ed Sheeran explicou, ao The Sun, que não percebe porque é que as pessoas não gostam dele.