O concerto de António Zambujo agendado para sábado no Coliseu de Lisboa foi adiado para 21 de julho na sequência da morte do pai do músico, informou a produtora.

Os bilhetes já adquiridos para o concerto mantêm-se válidos para a nova data e quem pretender ser reembolsado deve dirigir-se ao local onde adquiriu o ingresso no prazo máximo de 20 dias, terminando o prazo para reembolso a 13 de julho, acrescenta um comunicado da produtora.

O concerto do músico destinava-se a apresentar “Até Pensei Que Fosse Minha”, um disco de tributo que inteiramente constituído por composições do brasileiro Chico Buarque.

Após esgotar por três noites consecutivas o Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, António Zambujo apresentou “Até Pensei Que Fosse Minha” no Coliseu do Porto, no dia 16, e apresentava o mesmo concerto, no sábado, no Coliseu de Lisboa.

“Até Pensei que Fosse Minha”, o sétimo álbum de António Zambujo, tem sido apresentado numa digressão que começou em 2016, no Brasil. A digressão, “em paralelo às duas dezenas de concertos em Portugal, visita territórios internacionais, como Espanha, França, ou o Reino Unido, que o recebe, uma vez mais, em Londres”.