Cerca de um mês após a separação da atriz Gwyneth Paltrow, detentora de um Óscar, o músico dos ColdPlay. Chris Martin, falou finalmente à BBC sobre a separação na segunda-feira.

Aliás, «separação» é uma palavra que o músico prefere não usar e opta por chamar-lhe uma «desunião consciente», disse Martin, que tem dois filhos com a atriz.

Neste vídeo, datado de 2010, pareciam uma família feliz:



O próximo álbum dos ColdPlay dá pelo nome de «Ghost Stories» (Histórias assustadoras», mas o músico não relaciona os dois acontecimentos. Referiu que a inspiração para as músicas se deveram a uma tentativa de «crescer», ou seja, «se não nos conseguirmos abrir, se não gostarmos de nós, então podemos estar com alguém fabuloso e não dar o apreço devido».

Sem se referir diretamente ao seu casamento, Chris Martin, de 37 anos, desabafou na BBC 1 que «não quer ter medo de viver, de amar, da rejeição ou de falhar» e confessou que «há dois anos estava uma porcaria».

Numa conversa em tom ligeiro com Zane Lowe da rádio BBC 1, o cantor ainda se confessou fã dos One Direction e do penteado de Harry Styles.

Pode ver aqui alguns excertos da entrevista.

Houve ainda uma frase enigmática do vocalista dos ColdPlay: «Eu tinha a certeza que era um tipo às direitas».