Bruce Springsteen cancelou um concerto na Carolina do Norte, Estados Unidos, em protesto contra a lei anti LGBT aprovada no mês passado.

Em comunicado, o músico explicou que há causas mais importantes do que um concerto de rock e que a luta contra o preconceito e a intolerância é uma delas.

A lei em causa, designada de HB2, impede que os transsexuais frequentem as casas de banho públicas do género com que se identificam.

Esta legilação faz parte de uma série de iniciativas nos estados americanos mais conservadores em resposta à decisão de legalizar, a nível nacional, o casamento entre pessoas do mesmo sexo, tomada pelo Supremo Tribunal de Justiça.

O cantor anunciou que discorda com a medida e que esta ataca os direitos humanos das lésbicas, gays, bissexuais e lésbicas e em solidariedade para com eles, o espetáculo em Greensboro estava cancelado.

Bruce Springsteen atua no próximo mês em Portugal, no Rock in Rio Lisboa. O músico norte-americano, acompanhado da E Street Band, será cabeça de cartaz a 19 de maio.