É comum as grandes estrelas norte-americanas comunicarem e fazerem revelações surpreendentes através de artigos publicados na imprensa. Quem o faz agora é Madonna que confessa ter sido violada quando chegou a Nova Iorque, no início da carreira, há mais de 30 anos. As revelações surgem numa entrevista publicada, este sábado, na edição online de novembro da revista «Harpers Bazaar».

«Nova Iorque não foi tudo o que eu pensava que seria», afirma Madonna. «A cidade não me deu as boas-vindas de braços abertos. No primeiro ano, ameaçaram-me com uma arma de fogo. Violaram-me no terraço de um edifício até onde me obrigaram a ir sob ameaçada, com uma faca nas costas», acrescenta.

Madonna afirma ainda que o apartamento em que morava foi assaltado três vezes, sem saber porquê. «Não tinha nada de valor depois de terem levaram o meu rádio da primeira vez», explica.

No começo da carreira em Nova Iorque, relata Madonna, «lutava para ser uma dançarina profissional, pagava o meu aluguer posando nua para aulas de arte».