Boss AC apresentou o novo disco no Paradise Garage

«Sexta-feira (Emprego Bom Já)», «Gajo Normal» e «Tástabater» fizeram parte do concerto desta quinta-feira

Por: Redação / JCS, Paulo Sampaio (vídeo)    |   2 de Março de 2012 às 11:11
Um novo disco com novas canções foi motivo mais do que suficiente para Boss AC levar o Paradise Garage, em Lisboa, de volta aos concertos ao vivo.

Esta quinta-feira, o rapper português apresentou os temas de «AC Para os Amigos», álbum editado em fevereiro e que ocupa atualmente o sétimo lugar da tabela de vendas nacional.

Do espetáculo exclusivo a clientes da ZON fizeram parte novas canções, como «Gajo Normal», «Tástabater» e «Sexta-feira (Emprego Bom Já)». O single de apresentação do disco continua em grande, tendo alcançado esta semana a primeira posição do Top Digital de Ringtones em Portugal.

No YouTube, o vídeo de «Sexta-feira» está perto de chegar às 1,5 milhões de visualizações.

A digressão de apresentação de «AC Para os Amigos» arranca oficialmente a 30 de março, em Ílhavo, e percorrerá nove salas de norte a sul do país até maio. Em junho, o rapper participará na edição 2012 do Rock in Rio Lisboa.

Os próximos concertos de Boss AC:

30 de março - Centro Cultural de Ílhavo

14 de abril - Teatro Municipal de Almada

20 de abril - Teatro José Lúcio da Silva, Leiria

21 de abril - Centro de Espectáculos, Tróia

26 de abril - Teatro Municipal, Faro

27 de abril - Teatro Municipal, Covilhã

28 de abril - CAE São Mamede, Guimarães

5 de maio - CCC, Caldas da Rainha

10 de maio - Teatro Académico Gil Vicente, Coimbra

1 de junho - Palco Sunset, Rock in Rio Lisboa (com Zé Ricardo e Paula Lima)
PUB
EM BAIXO: Boss AC no Paradise Garage
Boss AC no Paradise Garage
COMENTÁRIOS

PUB
Aí está o "deadline": situação grega ficará resolvida no domingo

Todos os líderes dos 28 estados-membros da União Europeia estão convocados para uma reunião, no domingo, em que terá de haver uma decisão definitiva sobre a Grécia. Governo de Tsipras tem 48 horas para fazer um pedido formal para um novo programa de resgate. No entanto, Bruxelas admite que há um plano detalhado para lidar com uma eventual saída do euro