O baterista dos Beatles, Ringo Starr, foi armado Cavaleiro do Império Britânico pelos seus serviços prestados à música. Foi o Duque de Cambridge que condecorou a estrela da mítica banda de Liverpool numa cerimónia, esta terça-feira, no Palácio de Buckingham.

Isto significa o reconhecimento pelas coisas que fizemos. Fiquei muito satisfeito em aceitar esta homenagem", afirmou o músico à BBC.

 Ringo Starr, de 77 anos, chegou à cerimónia com a sua esposa, Barbara Bach, fazendo o cumprimento que o carateriza – o sinal da paz - para os fãs e os fotógrafos presentes.

Quando questionado sobre o que faria com a medalha, o músico brincou:

Vou usá-la no pequeno almoço", respondeu.

Um jornalista perguntou ainda se, agora, o artista queria ser chamado de Sir Ringo. 

É tudo novo e não sei como utilizar isso corretamente. Mas espero que me trate por Sir Ringo", afirmou.

Esta homenagem acontece 21 anos depois do companheiro Paul McCartney ter sido nomeado Cavaleiro. Ringo Starr disse que foi jantar com o amigo, na semana passada, em Los Angeles, e que este lhe deu alguns conselhos para o decorrer da cerimónia. Um deles foi para estar sempre a sorrir. 

O músico é condecorado 53 anos depois de todos os membros da banda Beatles terem sido distinguidos com a Excelentíssima Ordem do Império Britânico. Algo que causou polémica pois na época o rock and roll ainda era visto com desconfiança.

John Lennon, vocalista da banda, revelou, na altura, que os músicos estavam tão nervosos com o facto de irem conhecer a Rainha que entraram numa casa de banho do Palácio de Buckingham rapidamente para fumarem um cigarro.

Ringo Starr comentou esse episódio.

Quem disse isso? Não vou manter esse boato", brincou sobre a situação.