Um fã dos Beatles quer tentar clonar John Lennon a partir de um dente, noticia o jornal «The Sun».

Michael Zuk, um dentista canadiano, comprou num leilão, há dois anos, um dente arrancado a Lennon enquanto criança, e agora acredita ser possível fazer «renascer» o músico através da recolha de ADN.

«Se os cientistas acreditam ser possível clonar mamutes, então o John Lennon poderia ser o próximo a ser clonado», disse Zuk.

O canadiano comprou o dente por cerca de 22 mil euros ao filho da governanta da casa onde Lennon viveu durante os anos 1960.

Michael Zuk espera agora que os avanços na Ciência permitam que se reproduzam seres vivos a partir da sequenciação de ADN. «Os fãs dos Beatles lembram-se onde estavam quando ouviram a notícia de que o John Lennon tinha morrido. Espero que vejam também nascer o dia em que ele voltou a ter uma segunda oportunidade», acrescentou.

John Lennon foi assassinado em dezembro de 1980, morto a tiro à porta do edifício onde vivia, em Nova Iorque, por Mark David Chapman. O assassino continua a cumprir uma pena de prisão perpétua.