Duas filhas do guitarrista B. B. King dizem que o pai foi envenenado e acusam diretamente a empresária do músico e o assistente pessoal dela. B. B. King sofria de diabetes tipo2 e morreu no último dia 15 de maio, após vários dias de internamento. Tinha 87 anos.

Karen Williams e Patty King entregaram um documento à agência Associated Press, onde dizem que B. B. King teria sido envenenado pela empresária, LaVerne Toney, e o assistente pessoal dela, Myron Johnson.

A polícia de Las Vegas já confirmou que a brigada de homicídios está a investigar o caso. Este domingo, foi efetuada uma autópsia ao corpo embalsamado do músico. Os resultados devem estar prontos dentro de duas semanas.