O cantor norte-americano, Bob Dylan, pediu seguranças armados no interior do auditório Manzoni de Bolonha, no centro de Itália, onde vai atuar hoje e na quarta-feira, noticiou hoje o diário Corriere della Sera.

Na entrada do auditório vão estar vários agentes da polícia, no interior estarão 12 seguranças armados, parte dos quais ficará, à paisana, entre o público, de acordo com a organização do espetáculo.

O diretor artístico da sala, Giorgio Zagnoni, confirmou ao jornal o pedido do compositor e explicou ter sido contratada uma agência de segurança para vigiar as entradas, o palco e o camarim de Dylan, de 74 anos.