Os Deolinda vão parar por tempo indeterminado. Após dez anos "de profunda atividade", a banda de Ana Bacalhau, Luís José Martins, Pedro da Silva Martins e Zé Pedro Leitão anunciou uma pausa na carreira para se dedicarem "a outros projetos artísticos que neste momento necessitam da sua total atenção."

"A banda encerra assim um ciclo de uma década que permitiu editar quatro discos de estúdio e um CD/DVD ao vivo, para além de cerca de mil concertos espalhados por 31 países e quatro continentes", pode ler-se no comunicado da Sons em Trânsito.

O anúncio da paragem surge semanas depois de Ana Bacalhau, a vocalista da banda, ter lançado o seu primeiro álbum a solo.

No verão, foi a vez do guitarrista Luís José Martins ter lançado também o primeiro álbum, "Tentos - Invenções e Encantamentos", embora se reparta também por outros projetos, como Powertrio e Almost a Song.

A banda lançou o seu disco de estreia, "Canção ao lado", do qual fazem parte as canções "Fado Toninho" e "Movimento Perpétuo Associativo", em 2008.

Os Deolinda editaram ainda os álbuns "Dois selos e um carimbo" (2010), "Mundo pequenino" (2013) e um álbum ao vivo, com o concerto no Coliseu de Lisboa em 2011.