O músico português noiserv, alterego de David Santos, edita a 07 de outubro um novo álbum, intitulado «Almost Visible Orchestra», que apresentará em concerto, dias antes, no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa, foi hoje anunciado.

«Almost Visible Orchestra» é editado cinco anos depois da estreia discográfica do músico, com o álbum «One hundred miles from thoughtlessness». Em 2010 lançou o EP «A day in the day of the days».

Do álbum, com meia hora de duração, fazem parte dez temas, entre os quais «Today is the same as yesterday, but yesterday is not today» e «I was trying to sleep when everyone woke up», que conta com a participação de Rita Redshoes, Luísa Sobral, Francisca Cortesão (minta), Luís Nunes (Walter Benjamin), o músico escocês Esperi, além de Afonso Cabral e Salvador Menezes, ambos dos You can`t win, Charlie Brown.

O concerto de lançamento do novo álbum está marcado para 01 de outubro, Dia Mundial da Música, no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa.

«Almost Visible Orchestra» (ou A.V.O) é apresentado como um álbum «mais denso e complexo», mas o músico deverá manter a identidade dos registos anteriores: músicas construídas com várias camadas de melodias e sons, feitas com guitarras, metalofones, melódica, megafone, caixas de música e alguns instrumentos de brincar.

O título do disco dá, assim, a entender a ideia de que as canções são de uma orquestra quase invisível, que é afinal protagonizada por um só músico.

A par dos registos discográficos já editados, David Santos participou, nos últimos meses, em espetáculos de outras áreas artísticas, como «Estado de exceção», do coreógrafo e encenador Rui Horta, «Estaleiro» e «Rosencrantz e Guildenstern estão mortos», ambos encenados por Marco Martins.

No ano em que editou o EP «A day in the day of the days», compôs grande parte dos temas da banda sonora do documentário «José & Pilar».